Big Charles, ícone da música juizforana morre aos 73 anos

Ontem a cidade de Juiz de Fora perdeu um dos grandes nomes da música local.

Sendo reconhecido com um dos melhores músicos da cidade, João Carlos Guedes Pimentel, conhecido popularmente como Big Charles veio a falecer nesta quarta-feira, aos 73 anos.

Durante sua vida na música, chegou a trabalhar com grandes nomes da música brasileira como Nelson do Cavaquinho e Zé Keti. Além de ter feito parte de um grupo de rock argentino chamado La Pesada del Rock and Roll.

Também chegou a fazer parte do teatro, na peça “Missa Leiga” que gerou problemas com os militares na época da ditadura. Assim se tornando a produção teatral mais importantes do período.  

Na literatura o músico lançou um livro chamado “Retrato de cabeça” que mais tarde acabou se transformando em um disco solo homônimo e adiante vindo a lançar o álbum “Ancestrais Futuros” durante uma parceria com o saxofonista Glaucus Linx.

Nos anos 70 ele transforma o antigo bar vitrô em Jazz Clube Bar, no bairro São Mateus. Entre os muitos feitos, ele deixou marcado para sempre a cidade com sua música de qualidade e inteligência.

 

Deixe uma resposta