Cruzeiro vence Tupi e vai para final do Mineiro

A Raposa enfrentou o Galo Carijó pela semifinal do Campeonato  Mineiro hoje no estádio do Mineirão.

O jogo começou bem disputado, com um bom bloqueio por parte do Tupi-MG. Porém Thiago Neves quebrou o zero a zero e fez o primeiro gol para o Cruzeiro.

Em seguida Maciel marcou ponto  para o Carijó, empatando logo no primeiro tempo a disputa.

No segundo tempo o Tupi-MG demonstrou certo desespero pois a Raposa entrou martelando e marcando o gol que decidiu o resultado favorável para o Cruzeiro.

Entre os jogadores que se destacaram no duelo estão Thiago Neves que emplacou os dois gols que levaram o celeste para a vitória de hoje. E Maciel que no primeiro tempo pontuou para o Carijó.

A partida terminou com  o placar de 2 gols do Cruzeiro, contra 1 do Tupi-MG.  Com o resultado favorável, agora a raposa vai para semifinal disputar o título do Mineiro.

Campeão Mineiro do Interior 2018

Mesmo não se classificando para a final do Mineiro. O Tupi-MG  mostrou durante o Campeonato garra e boa desenvoltura. E com isso leva para casa o título de Campeão Mineiro do Interior 2018.

Entre os pontos mais marcantes dessa temporada, podemos citar o 7 x 1 onde os internautas foram a loucura com o resultado. transformando o resultado no meme(brincadeira)  galemanha.

Além do jogo em que o Carijó venceu  a partida contra o Tombense pelos pênaltis, fazendo 4 gols contra dois do adversário.

Ficha técnica

 

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Data: 25 de março de 2018, quarta-feira

Horário: 11h (de Brasília)

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães

Auxiliar: Rodrigo Henrique Correa e Gabriel Conti Viana

Gols: Thiago Neves, aos 16 minutos do primeiro tempo, e aos 35 do segundo tempo (Cruzeiro); João Vitor, aos 19 minutos do primeiro tempo (Tupi)

Cartões: Rodrigo Dias, Patrick Brey (Tupi)

CRUZEIRO – Rafael, Lucas Romero, Léo, Murilo, Egídio; Henrique, Bruno Silva (Ezequiel), Robinho, Thiago Neves, Rafinha e Fred (Raniel).

Técnico: Mano Menezes

TUPI-MG – Vilar; Rodrigo Dias, Sidimar, Wellington e Patrick Brey; Léo Costa e Léo Salino; João Vítor (Patrick), Thiaguinho, Renato Kayser; Reis.

Técnico: Ricardo Leão.

 

Deixe uma resposta